Blogs Up | Finalmente eu...


...Posso dizer que estou caminhando de novo. Depois de passar tanto tempo no chão, sentia que já não podia me erguer de novo. Não havia mais força, vontade muito menos um eu clamando por vida.

Eu era o próprio chão. Via os pássaros voando alto, minúsculos perante minha visão debaixo, desejando ter forças ao menos pra virar a cabeça e olhar ao redor. Eu era o nada. A não vontade de viver.

Aí você chegou, como se não quisesse nada... Me ofereceu mais do que uma mão diante da tempestade que era minha vida. Você foi a calma que aplacou meu "nada" enchendo-o de afeto.

A tempestade que açoitou-me durante muito tempo foi dissipada com o sorriso seu... E a chuva que castigava a pele sumiu por completo quando seu olhar encontrou o meu. Eu me reergui e a causa e efeito disso tem o seu nome. 

Share:

0 comentários