O que mudou na minha vida esse ano

Esse ano eu posso dizer que foi um dos piores - e ele ainda não acabou e ainda tem muita coisa negativa pra eu sentir ainda. Então, como eu não escrevia nenhum tema do grupo Blogs Up já fazia algum tempo, esse tema do Top 7 veio bem a calhar. Vamos lá:

  1. Ilusão amorosa 1: foi um marco na verdade. Um amor de adolescência que deveria ter acontecido a quase dez anos atrás. Demorei mais quatro anos para rever a criatura e os sentimentos voltarem a tona... Ou eu achar que voltaram. Estava num momento péssimo da vida, extremamente fragilizada emocionalmente e canalizei toda a esperança nessa furada. Sofri, me frustrei mas graças a Deus não deu certo.
  2. Mudei de casa: Isso foi um verdadeiro inferno. Sou extremamente apegada a coisas materiais porque elas pra mim tem um apego afetivo muito forte. Infelizmente tive que mudar da casa em que eu cresci por motivos pessoais e isso mexeu MUITO comigo. Já estou na casa nova há sete meses e não me sinto em casa. Acho que nunca mais vou me sentir em casa de novo.
  3. Me tornei uma pessoa estressada: Eu já era uma pessoa nervosa naturalmente, isso é um fato. Mas devido aos problemas, eu me tornei uma pessoa estressada. Qualquer coisa, por mais mínima que seja, já se torna um motivo para me deixar furiosa.
  4. Me tornei mais introspectiva: em outras palavras, virei uma máquina de engolir sapos. Sempre fui uma pessoa explosiva, mas para não arrumar conflitos dentro de casa, passei a não discutir. Isso refletiu diretamente no meu físico: geralmente eu tenho dores no estômago e de cabeça.
  5. Desenvolvi enxaqueca: okay, o médico não disse que era enxaqueca. Mas passou um remédio - de uso controlado e contínuo - para tratamento da mesma. Pediu exames dos quais não mostraram nada. Ele concluiu que era causado por estresse. Eu conclui que eram os três últimos anos de conflitos que tinham refletido diretamente no meu corpo.
  6. Me tornei uma pessoa triste: isso é um fato constatado. Passo cerca de 80% do meu dia me sentindo abatida e triste ou indiferente as coisas que acontecem ao meu redor. Na maioria das vezes eu acordo sentindo nada simplesmente - uma pessoa deprimida nem sempre sente tristeza o tempo todo.
  7. Eu perdi parte de mim: isso, eu busco todo dia de manhã. Tenho esperança de um dia me encontrar de novo. 



Share This Article:

,

CONVERSATION

0 comentários :

Postar um comentário