Quando estamos no ensino médio, já começa aquela pressão psicológica básica sobre qual carreira seguir. Não é nada fácil, pois na maioria das vezes é uma opção para a vida toda e, escolher errado vai trazer uma infelicidade eterna.

Muitos pais projetam nos filhos algo que eles gostariam de terem feito em suas vidas... E com isso acabam aparecendo conflitos pois os pais querem A e os filhos querem B. Independente da escolha, tem que ser algo que realmente gere interesse em você.

Trabalhar com algo que você goste parece impossível - principalmente hoje em dia com a crise no país. A busca por um emprego cresce a cada dia, nos distanciando do que realmente queremos.

Na infância, meu sonho era ser militar da Aeronáutica. Meu pai é militar e essa sempre foi minha referência. Minha mãe é professora, mas como eu nunca gostei de gente, isso nunca me apeteceu.

Meus pais nunca projetaram nada sobre carreiras pra mim (agradeço imensamente a Deus por isso). A úncia exigência foi que eu me formasse (terminasse os estudos sem interrupções e posteriormente cursasse uma faculdade). 

Meu grande sonho seria viver da maquiagem. Sou maquiadora formada pelo Instituto Embelleze, quero um dia fazer um curso de maquiador profissional no SENAC também (só não fiz ainda pois só tem em São Paulo, é inviável subir e descer a serra todos os dias).

Meu grande sonho atual é esse: poder viver da minha arte, coisa que eu mais amo de fazer!



Deixe um comentário