Estou sentindo que os temas estão ficando difíceis! E talvez esse seja o menor post do projeto... Mas vamos lá! Sou uma pessoa que faz a maioria das coisas por puto impulso. Eu não sou de pensar muito para fazer algo.

Por isso esse "algo" na maioria das vezes começa de um jeito bem errado, mas no final acaba saindo. Para outras coisas, eu preciso de um impulso "externo". Por exemplo: arrumar a mesa do escritório.

É um trabalho banal mas, se apenas eu usasse a mesa, com 70% de certeza de que ela seria uma verdadeira zona. Mas como outras pessoas a usam, isso me impulsiona para deixa-la arrumada, pois outras pessoas irão usa-la depois.

Ah, mas o post não está perguntando o que te impulsiona, Lihz. Verdade, eu fugi completamente do tema, desculpa! O que mais me inspira... Bem, acho que é o fato de ter o serviço bem feito. 

Eu odeio depender dos outros para fazer qualquer coisa - canso de falar isso pro meu chefe - e as vezes levo mais tempo para realizar algo por conta disso, mas sei que fazendo sozinha, posso fazer um trabalho descente - afinal, não posso garantir o serviço alheio.

Mas é claro que tem dias que nada dá certo, e a sua inspiração vai pro ralo até mesmo pra digitar um texto de 20 linhas. Quando isso acontece, procuro distrair minha cabeça um pouco do que estou fazendo, para dar uma esvaziada. E quase sempre a inspiração volta junto com novas ideias e jeitos para realizar a tarefa.

Deixe um comentário