Hoje, dia 15 de novembro, uma matéria da revista NOVA nº 12, falando de indecisões na vida.
Alguns tópicos dessa matéria me chamaram a atenção porque infelizmente, ou felizmente até, acontece conosco... Pessoas "normais".

Sempre nessas matérias tem algumas "mini histórias" relatando casos de pessoas diferentes, mas que fazem sentido para algumas pessoas.
Temos momentos em nossas vidas que cansamos das coisas sem perceber, ou até percebemos e acabamos ficando sem saber o que fazer.
Uma das nossas principais dúvidas é "será que vai dar certo?", e acabamos deixando de lado os sonhos porque não temos certeza de mais nada. Nunca temos certeza de nada.

Quando estamos em um relacionamento de curto ou longo prazo, e de repente perde o encanto, fica gasto e dai aparece aquela "pulguinha" atrás da orelha questionando se devemos ou não fazer o que queremos. Afinal, o que queremos? Como queremos? Como vai ser? Não sabemos... Mas sempre há aqueles planos que ficam guardados na gaveta, e de repente num ponto alto ou baixo de nossas vidas os encontramos e eles se "revivem" dentro de nós. E independente do que esteja nos acontecendo, eles permaneceram ali até nos incentivarmos para levantar e finalmente decidi-los e realizá-los.

Um dos pontos críticos da minha vida foi, fazer ou não a cirurgia, assumo até os meus 21 (completei 22 esse ano) anos eu fiquei com um pé atrás da cirurgia, não queria fazer por mim, e sim porque outros me enchiam para fazer... Dai um belo dia acordei e decidir mudar tudo, fui atrás de outros médicos e corri atrás dessa cirurgia... Eu estava numa dúvida entre "querer mudar de vida, ou continuar do jeito que estava porque """""""""'estava bom"""""""""" "...  Eu não aguentava mais a vida que eu estava levando e tomei a decisão que já mudou a minha vida, afinal antes mesmo de operar eu cheguei no máximo de 149 kg, quando fui viajar estava com 146 kg... Hoje, dois meses e 5 dias depois da cirurgia, já eliminei 23 kg.

Uma fotinho pra terem noção de como estou mudando... Operei dia 10 de Outubro.



Temos que tomar decisões complicadas nessa vida, mas o ponto inicial parte de nós mesmos, sei que parece difícil, mas assumo são ponto cruciais na nossa vida que querendo ou não temos que decidi-los e com o partido deles podemos virar o jogo. E eu garanto, é bem melhor.

#VannehRibeiro

2 Comentários

  1. Então força pra continuar, você consegue. O caminho é difícil mas a recompensa é maior, no fim você vai ver que tudo valeu a pena. Então quando pensar em desistir, lembre-se do que já passou por isso e do que poderá receber de bom no fim de tudo isso, boa sorte moça. <3

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, é complicado imaginar o quanto você quer algo e ficar em dúvida se deve ou não "tirar do papel", afinal crescemos envolta de dúvidas né... Mas obrigada mesmo pela força. :D

    ResponderExcluir